domingo, 23 de janeiro de 2011

muda (ou surdo)

(um poema divertido)

O meu gato tem ciúmes da literatura
Ele não pode ler
que o que eu escrevo é sobre ele

Talvez
se eu poesasse em miauês

Mas aí seria música
não texto
E tem linguagem mais sincera
do que um longo cafuné?

2 comentários:

çabrin disse...

nhaim q lindo *.*

Idiótica. disse...

Perfeito.